Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 28/07/2017

28 de julho: Dia do Agricultor

Conheça a história e a importância desta profissão

Compartilhe

Compartilhe

A agricultura está presente em diversas atividades do dia a dia, sobretudo do brasileiro, mas, muitas vezes, sua enorme importância não é valorizada. Grande parte dos alimentos que está em sua mesa, mesmo que você não imagine, passou pelas mãos de um agricultor.

A fruta do café da manhã, as folhas de alface do almoço, o cafezinho no fim da tarde e aquele pedacinho de rapadura depois do jantar: tudo passa pelas mãos do agricultor.

Instituição do Dia do Agricultor
Em 28 de julho de 1860, o então imperador D. Pedro II criou a Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, Comércio e Obras Públicas. Em 1930, depois de diversas mudanças de nomenclatura, governo e atribuições, a pasta passou a chamar Ministério da Agricultura.

Para comemorar os 100 anos da criação do ministério, o presidente Juscelino Kubitschek determinou, em 1960, que no em 28 de julho passasse a ser comemorado nacionalmente o Dia do Agricultor.

Conheça alguns dos principais motivos pelos quais é preciso valorizar cada vez mais esse ofício:

Setor primário da economia brasileira
A agricultura é uma das principais fontes de capital para o Brasil. Nosso país é um grande produtor e exportador de cacau, laranja, cana de açúcar, milho, soja, entre outros produtos. Se o agricultor resolver não trabalhar hoje, por exemplo, a economia correria grandes riscos.

Supremacia mundial
Os números da agricultura colocam o Brasil no topo do mundo. Nosso país é o maior produtor da soja no planeta, com produção quase 10% maior que a dos Estados Unidos.

Produção de alimentos
Almoçou arroz e feijão hoje? Agradeça aos agricultores. Eles são os responsáveis pelo cultivo de quase todos os alimentos que consumimos. Se for tomar um cafezinho hoje, não se esqueça que alguém teve que plantar e colher grãos de café. Uma fruta de sobremesa? Graças aos agricultores!

Geração de empregos
Além dos milhões de empregos gerados diretamente pela agricultura, o setor estimula a criação de vagas em diversas outras áreas. Na indústria têxtil, por exemplo, o algodão necessário para a confecção de roupas depende de uma boa safra e do trabalho do agricultor.

Respeito aos recursos naturais
O profissional de agricultura respeita os recursos naturais com que trabalha e, além disso, tem uma preocupação singular com a qualidade dos alimentos e produtos que entrega e vende.

Criação de energia sustentável
Os combustíveis renováveis são o futuro. E esse futuro nasceu na agricultura. O biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas, como a cana de açúcar e soja.

Fonte: Globo Rural