Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 12/07/2017

Banco do Brasil realiza lançamento do Plano Safra 2017/2018

Cresol Sicoper esteve representada no ato

Compartilhe

Compartilhe

Nesta terça-feira, dia 11 de julho, o Banco do Brasil anunciou o montante de R$ 103 bilhões para o Plano Safra 2017/2018. A instituição destinará R$ 14,6 bilhões para a agricultura familiar, com taxa de juros que variam de 2,5% a 5,5% ao ano. Diversas autoridades e lideranças, como o Presidente da República, Michel Temer e os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e da Agricultura, Blairo Maggi, estiveram presentes no evento.

Durante o evento, o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, afirmou que o valor que o banco destinou para a próxima safra é 30% maior do que o da safra 2016/2017. No ano anterior, o Banco do Brasil liberou R$ 72 bilhões para o financiamento da produção agrícola.

A Cresol Sicoper, representada pelo seu Diretor Comercial, Claudio Risson, e o Conselheiro, Carlos Cupercini, se fez presente neste ato solene, na cidade de Porto Alegre (RS). Cupercini avalia que o alto volume de recursos operados reforça a aposta feita com esse parceiro estratégico e consolida a evolução de produtos, serviços e linhas de créditos disponibilizados.

Segundo Risson, a instituição é um importante parceiro da Cresol, desde 1995, e também um grande incentivador da agricultura familiar. No caso do Pronaf, o Banco do Brasil mantém a forte atuação e o comprometimento na operacionalização, garantindo o convênio com a Cresol. “A parceria com o Banco do Brasil significa mais oportunidades, melhores condições de crédito e melhores fontes de recurso para atender as demandas dos nossos cooperados, garantindo o sucesso da safra”, destaca.

João Paulo Comerlato, Gerente do Mercado de Agronegócios da Superintendência Estadual do Banco do Brasil no estado do Rio Grande do Sul, salienta a importância da relação com as cooperativas de crédito. Segundo Comerlato, o Banco do Brasil possui boas expectativas em relação ao novo Plano Safra, principalmente no que tange às taxas de juros, às linhas direcionadas aos pequenos, médios e grandes produtores e aos recursos disponibilizados. A parceria entre o Banco do Brasil e a Cresol tem permitido a colheita de bons frutos e, dessa forma, “pretendemos renovar e fortalecer o relacionamento com a Cresol, fazendo com que, cada vez mais, os produtores possam acessar o crédito rural de qualidade e com agilidade”, aponta Comerlato.

Fonte: G1
Imagem: José Cruz (Agência Brasil)