Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 13/04/2022

Comitê de diversidade da Cresol realiza primeira reunião

Grupo é formado por colaboradores de diversas áreas da Central Cresol Baser
Comite Diversidade

Compartilhe

Compartilhe

Colaboradores da Cresol realizaram na última semana a primeira reunião do Comitê de Diversidade da Cresol Baser. O projeto tem como objetivo desenvolver os colaboradores para serem embaixadores dos temas relacionados a diversidade, apoiando a Cresol no fomento das ações para tornar o ambiente de trabalho na Cresol cada vez mais inclusivo e para todos.

O comitê é liderado pela área de Gente&Gestão, tendo como embaixadores o Presidente da Central e a Diretoria Executiva da Cresol, e é composto por 12 colaboradores de diferentes áreas: Comunicação, Crédito, Gente&Gestão, Contabilidade, Inovação, Negócios e Corretora.

O comitê terá encontros com a periodicidade de dois meses de maneira híbrida e irão tratar os seguintes temas: Equidade de Gênero, Etnia, Gerações, PCDs, LGBTQIA+, entre outros. Os temas pautados na primeira reunião do grupo serão discutidos para que nos meses de abril e maio aconteçam ações voltadas ao público PCD da Cresol.

Katiuce Ferrari, gerente de Gente&Gestão da Cresol, destaca que esse é um passo importante para deixar o ambiente na Cresol ainda mais inclusivo.

“Estamos há mais de três anos falando sobre esse tema, analisando indicadores sobre a diversidade e conduzindo um trabalho de conscientização interna sobre gerar um ambiente mais inclusivo. Isso não quer dizer que nós da Cresol já não tínhamos esse olhar, mas quando falamos de diversidade, a gente fala de alguns detalhes que podem passar desapercebidos e que o nosso papel é trazer a consciência sobre esses detalhes, como falar sobre vocabulário, equidade feminina, ambiente mais inclusivo para as questões de gênero e raça, analisando sempre o cenário onde estamos inseridos”, destacou a gerente que também falou sobre a importância desse comitê piloto que faz parte de uma das instâncias da Cresol.

“O grande objetivo é experenciar, ganhar condições, aculturar sobre esse tema fazendo conexões com a nossa cultura Cresol e aí sim poder expandir e criar, cada vez mais, espaços onde a gente consiga ouvir mais pessoas, empoderar mais pessoas, para que não seja um trabalho só da liderança ou da área de Gente&Gestão, mas que todos possam se sentir cada vez mais empoderados e pertencentes como Cresol, e também para que possamos ter um ambiente mais inclusivo de forma coletiva, tendo opiniões diferentes e assim, juntos, construir uma Cresol cada vez melhor”, finalizou.