Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 28/08/2013

Conferência

Cooperativas Cresol participam de conferência para debater o desenvolvimento rural sustentável
Conferência

Compartilhe

Compartilhe

Diretores das Cooperativas Cresol representam nesta semana em Pontal do Paraná, o cooperativismo de crédito rural solidário na 3ª Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidária. O evento discute as políticas públicas que devem ser incorporadas ao Plano Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário.

O objetivo da conferência é ouvir as lideranças e encaminhar as propostas do Paraná para a 2ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, que será realizada em Brasília, de 14 a 17 de outubro de 2013. Durante a conferência os participantes debatem cerca de 800 propostas encaminhadas a partir das 23 conferências realizadas nos municípios do estado com a participação de mais de três mil pessoas. Essas propostas incluíram temas como a elaboração de políticas públicas para as mulheres no meio rural e também as políticas públicas necessárias para a manutenção dos jovens no meio rural. Atualmente o debate sobre a sucessão familiar está ganhando importância já que muitos jovens estão deixando as propriedades em busca de emprego nas cidades.

Os temas debatidos durante a conferência partiram de sete eixos temáticos para o desenvolvimento rural sustentável e solidário: o fortalecimento da agroecologia; o acesso à terra e aos recursos naturais; a promoção da qualidade de vida no meio rural; a gestão e participação social; a autonomia das mulheres; a autonomia e a emancipação da juventude rural e a promoção do etnodesenvolvimento.

Conferências

O processo de realização das conferências começou em maio de 2013, com as conferências territoriais, intermunicipais, municipais e setoriais, que reúnem agricultores familiares, assentados da reforma agrária, camponeses, extrativistas, pescadores artesanais, povos indígenas, quilombolas, povos e comunidades tradicionais, mulheres, jovens, representantes do poder público e da sociedade dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.

Nesse momento, lideranças, técnicos e agricultores se encontram para reunir subsídios para a construção de políticas adequadas para o desenvolvimento rural sustentável. A fase estadual ocorre para proposição do aperfeiçoamento das políticas agrícolas em nível local, dos territórios e do estado, além do debate sobre propostas para encaminhamento à Conferência Nacional.