Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 02/01/2019

Cooperativas Cresol realizam remuneração ao capital a associados

Prática é realizada pelo 4º ano consecutivo

Compartilhe

Compartilhe

Visando valorizar a confiança depositada pelos cooperados neste ano de 2018, 11 das 21 Cooperativas Singulares do Sistema Cresol Sicoper adotaram a política de remunerar o capital do quadro social. A adesão à política vem evoluindo ao longo dos anos, sendo que, em 2015, três Cooperativas aderiram; em 2016, foram quatro; em 2017, foram oito e, em 2018, 11 Cooperativas fizeram a remuneração.

Volmir Oldoni, Diretor Financeiro da Cresol Sicoper, ressalta que remuneração ao capital é um dos diferenciais competitivos da cooperativa em relação ao sistema bancário tradicional. “O pagamento de juros ao capital demonstra a transparência na gestão dos recursos e evidencia a importância da participação de cada cooperado na evolução da cooperativa, além de incrementar o montante disponível para as operações de crédito e financiamento da instituição”, finaliza Oldoni.

Capital Social
O Capital Social é parte do patrimônio de uma cooperativa financeira e é composto pelo somatório de todas as quotas-partes dos cooperados. A quota-parte é uma quantia em dinheiro que os cooperados pagam para fazer parte da cooperativa e varia de acordo com o estatuto de cada cooperativa. Esse recurso é o que confere solidez à cooperativa.

O Capital Social proporciona a autossuficiência, reduz a dependência de recursos de terceiros e permite implementar uma política de crédito com taxas de juros mais atrativas que as praticadas pelo sistema bancário tradicional e ainda, faculta o financiamento de longo prazo. O êxito de uma cooperativa de crédito depende da capitalização perene, do sucesso das operações de crédito e da entrega de resultado.