Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 03/01/2020

Cooperativas Cresol Sicoper não cobrarão tarifa sobre cheque especial

Conselho Monetário Nacional estabeleceu um limite máximo na taxa de juros

Compartilhe

Compartilhe

Em novembro de 2019, o Conselho Monetário Nacional (CMN) redesenhou o formato do cheque especial, estabelecendo um limite máximo de 8% ao mês de taxa de juros e permitindo a cobrança de tarifa de até 0,25% ao mês para os usuários com limites de crédito acima de R$ 500,00. A partir desta nova regra, as instituições financeiras têm a possibilidade de optar pela cobrança de tarifa mensal pela disponibilização de limite de cheque especial para quem tem limites de crédito superiores a R$ 500,00. A tarifa seria de 0,25% sobre o valor do limite que exceder R$ 500,00 e deveria ser descontada do valor devido a título de juros de cheque especial no respectivo mês, caso ele seja utilizado.

Preocupadas com a proximidade, relacionamento e objetivando fortalecer a relação com o quadro social por meio da equidade, as cooperativas vinculadas a Cresol Sicoper optaram pela não cobrança da tarifa sobre o cheque especial, a qual entrará em vigor neste ano, conforme deliberação do CMN.

Volmir Oldoni, Diretor Financeiro da Cresol Sicoper, ressalta que a relação de proximidade que a Cresol estabelece com seus associados, somada à eficiência operacional, permitem à cooperativa garantir o protagonismo de ações voltadas à prosperidade financeira de seus cooperados. “Além de oferecermos uma das menores taxas do mercado, a Cresol Sicoper continuará fazendo a diferença para seus cooperados optando pela não cobrança de tarifa pela disponibilização de limite no cheque especial. Com certeza, essa é uma grande conquista para a cooperativa e para os mais de 120 mil associados. Este valor fará a diferença no bolso dos cooperados, que terão mais possibilidades de realizar bons negócios com a cooperativa, fortalecendo seus municípios e região”, finaliza Oldoni.

Imagem: Imirante.com