Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 26/08/2013

Cooperativismo

Estudo aponta a região Sudoeste do Paraná como um protagonista do Cooperativismo de Crédito
Cooperativismo

Compartilhe

Compartilhe

O Economista com Especialização em Gestão do Cooperativismo Solidário e Assessor da Central Cresol Baser, Pablo José Guancino, levanta dados interessantes do mercado financeiro da região sudoeste do Paraná, mostrando como ela se diferencia positivamente em relação ao Brasil e ao próprio Estado.

O ramo do Cooperativismo de Crédito na região Sudoeste do Paraná se assemelha ao que é apresentado em países com forte influência desse modelo de organização, como é o caso da Alemanha e Holanda. Dados mostram que aproximadamente 30% do crédito mantidos em Instituições Financeiras da região estão nas Cooperativas de Crédito.

“Para fazermos um comparativo, em Nível Nacional o Segmento representa 3,80% dos Depósitos e aproximadamente 3% das Operações de Crédito. Comparativamente, a Região Sudoeste do Paraná tem uma aderência quatro vezes maior do que a média do Estado e nove vezes maior que a média nacional”, comenta Pablo José Guancino.

O assessor responsável pelo estudo e levantamento dos dados ainda destaque que a região Sudoeste do Paraná é hoje modelo do que se espera que ocorra de forma sistêmica no Brasil como um todo. “É muito evidente o que as cooperativas de crédito trazem de benefício para a comunidade. Em se tratando de retorno financeiro é comprovado que essas instituições são muito competitivas, oferecendo as melhores taxas e condições de pagamento para os tomadores de crédito, a melhor remuneração dos depósitos aos investidores e as melhores políticas tarifárias do mercado, podendo inclusive ao final do exercício, distribuir as sobras geradas pela movimentação que os cooperados fizeram na sua cooperativa”.

O Economista e Assessor, mostra em seu estudo a realidade do mercado financeiro da região sudoeste do Paraná apresentando números expressivos como: a) No Brasil a concentração bancária faz com que 5 grandes bancos dominem quase 80% do crédito e disponham de quase 80% dos ativos. A tendência vem se acentuando. b) No Brasil existem 1214 cooperativas de crédito, no Paraná 130 e na região sudoeste do Paraná 36. c) As cooperativas de crédito possuem a nível de Brasil apenas 2,31% dos ativos do sistema financeiro enquanto na sudoeste do Paraná chega a quase 30% e ainda d) No Brasil apenas 3% da população é sócia de uma cooperativa de crédito, enquanto que na região sudoeste do Paraná mais de 25% da população está associada a uma cooperativa de crédito.

Esses dados mostram por que o sudoeste do Paraná tem crescido econômica e socialmente bem mais do que outras regiões.

Um ponto fundamental e de destaque no Cooperativismo é que ele vai além da denotação econômica, é o envolvimento social que as cooperativas de crédito possibilitam à comunidade. Um exemplo desse envolvimento, vendo do Sistema Cresol, que além de ter sua atuação voltada para atender as demandas econômicas dos cooperados, atua com muita ênfase na valorização e na busca coletiva do desenvolvimento da classe que representa. “Desde sua constituição até os dias atuais, os pilares do Sistema são o desenvolvimento da agricultura familiar e a apropriação do conhecimento do seu quadro social”, lembra o Assessor.

O artigo ainda traz os desafios e as novas perspectivas para o Cooperativismo na região, ressaltando o Sudoeste do Paraná como o berço do Cooperativismo de Crédito Solidário.