Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 10/04/2015

Cooperativismo de Crédito

A importância do crédito rural para a agricultura familiar
Cooperativismo de Crédito

Compartilhe

Compartilhe

Com a missão de promover a inclusão social da Agricultura Familiar através do acesso ao crédito, da poupança e da apropriação do conhecimento, e, tendo como visão o crescimento conjunto com o quadro de associados, o Sistema Cresol tem trabalhado para beneficiar seus associados, juntamente com parceiros no crédito agrícola.

Somente na safra 2014/2015 já foram liberadas mais de 20 mil operações de crédito na modalidade custeio, que, somadas, totalizam mais de R$ 300 milhões.

Cientes da importância do crédito rural solidário e com o objetivo de atender cada vez mais agricultores familiares a Cresol mantém aberta as contratações para operações de custeio, para as culturas de inverno, que já estão disponíveis para todos os cooperados do Sistema Cresol, contamos ainda com a disponibilidade em contratações de operações para custeio pecuário e operações em investimentos.

A Assistência Técnica Rural – ATER tem fortalecido o acompanhamento a operações de crédito rural com a presença de técnicos nas propriedades, auxiliando e orientando os produtores no manejo e técnicas que visam o melhoramento do produto final e rentabilidade para a propriedade, parceria que está dando certo e será mantida no Sistema Cresol.

As políticas públicas tem sido grande aliado dos agricultores familiares. Um exemplo é o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária – PROAGRO fundamental para reparar perdas na renda do beneficiário, onde em caso de intempéries climáticas, o custo com a produção financiada e comprovada é coberto pelo programa.

Os cooperados da Cresol podem contar também com o Programa de Garantia de Preço para a Agricultura Familiar – PGPAF,exclusivo para operações de PRONAF, contemplando as principais culturas de cada Estado, sendo o desconto concedido sobre culturas que apresentem defasagem no seu preço, no momento da comercialização se o preço do produto estiver abaixo do preço mínimo estabelecido no Estado, a diferença é coberta pelo PGPAF, sendo concedido desconto ao beneficiário no momento da quitação da operação ou prestação.