Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 24/04/2018

Cresol Central realiza Seminário Institucional e discute estratégias para desenvolvimento do Sistema

Com o tema Orientações estratégicas para o desenvolvimento da Cresol Central SC/RS foi realizado o Seminário Institucional do Sistema nesta terça-feira, em Chapecó.

Compartilhe

Compartilhe

Com o tema Orientações estratégicas para o desenvolvimento da Cresol Central SC/RS foi realizado o Seminário Institucional do Sistema nesta terça-feira (24/04), na sede da Acamosc, em Chapecó. O objetivo do evento foi de discutir os desafios práticos a serem enfrentados pela Cresol Central SC/RS em 2018, através de articulação conjunta, em vista do cumprimento do previsto no Planejamento estratégico 2015-2020.
    Para o diretor-presidente da Cresol Central, Rudemar Casagrande, é muito importante discutir o contexto no qual a Cresol se insere, planejar estrategicamente as ações e metas a serem atingidas e identificar os desafios para o ano corrente. Já o presidente da Cresol Confederação, Cledir Magri, comentou sobre  a história do Sistema Cresol e as transformações que as Centrais tiveram ao longo da história e o longo caminho a percorrer.
    Pela parte da manhã, o debate foi conduzido pelos professores José Martins dos Santos e Antônio Andrioli, que também são associados da Cresol. Eles realizaram uma análise política e econômica do cenário nacional, localizando a Cresol Central. Martins destacou em sua fala que crescimento econômico não significa melhoria na vida da população, ressaltando o problema da concentração de renda existente no Brasil. Para ele tem que se pensar em redicionar o crédito e proporcionar o desenvolvimento inclusivo, que é o que vai sustentar a Cooperativa. Frisou sobre a necessidade de repensar o projeto de sociedade, de crédito e de cooperativa. Segundo o professor, o crédito deve ser direcionado para agroecologia, para a sustentabilidade e projeto de vida. “Não podemos nos contentar em oferecer crédito que vai reforçar o processo de exclusão do agricultor”, disse. “O crédito tem que dar conta dos eixos econômico, social e ecológico. O eixo economicamente viável não vai se sustentar sozinho, é necessário articulá-lo com os outros dois”, sinaliza.
    Já o professor Antonio Andrioli fez a análise política do cenário nacional, lembrando que a mesma não pode ser analisada separada da análise econômica e vice-versa. Andrioli ainda elogiou a Cresol Central SC/RS. “Talvez vocês sejam aqui em Chapecó a experiência que eu procurava no Brasil inteiro: um exemplo de cooperativa que é de fato uma cooperativa, com economia solidária, que trabalha com agroecologia, com sustentabilidade, com inclusão dos agricultores”, relatou.
    Pela parte da tarde foi realizada a análise da situação da Cresol Central, com apresentação e debate dos principais indicadores da mesma. Foram utilizados subsídios recolhidos das bases nas pré-assembleias e orientações para atingir a meta estabelecida como expectativa no Planejamento Estratégico para 2020 sobre os temas: agroecologia, economia solidária, energias renováveis, entre outros.
    Fez parte da programação ainda, o lançamento do documentário Mulheres da Luta. O mesmo ocorreu na segunda-feira (23/04) no Cinema Arcoplex no Shopping Pátio Chapecó. Entre associados das cooperativas, diretores, funcionários e convidados, a exibição foi conferida por aproximadamente 200 pessoas.

 

 

 

Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS