Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 18/03/2022

Cresol e BRDE assinam contratos da linha SC Mais Renda

A Cresol Central Brasil operacionalizou a linha SC Mais Renda, via convênio com  o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Já foram liberados R$ 22 milhões para o SC Empresarial e R$ 7 milhões para MEI.
img_20220318_091948_375

Compartilhe

Compartilhe

10 contratos foram assinados nesta sexta-feira em Cordilheira Alta

Claudete Dalarosa Schmitz e Evandro Schimitz inauguraram uma choperia há quatro meses e um salão de beleza há um ano. Evandro também fabrica móveis rústicos que utilizou na choperia, vende por encomendas e inclusive irá expor na ExpoCordi que ocorrerá de 30 de março a 03 de abril. Mas esses negócios do casal terão mais um impulso já que eles assinaram nesta sexta-feira (18/03) o contrato da linha de crédito SC Mais Renda MEI, durante ato realizado na Cresol, em Cordilheira Alta. “Não tem juro, tem seis meses de carência, então vai ser uma boa ajuda. Se fosse outra linha poderia pesar, pois estamos investindo bastante”, comentou Claudete. Outros nove contratos foram assinados durante o ato, totalizando R$ 100 mil.

A Cresol Central Brasil operacionalizou a linha SC Mais Renda, via convênio com  o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Já foram liberados R$ 22 milhões para o SC Empresarial e R$ 7 milhões para MEI. O gerente regional do Oeste Catarinense do BRDE, Paulo Cesar Antoniollo, explicou que a SC Mais Renda foi criada no ano passado para dar apoio às empresas durante a pandemia para que continuassem suas atividades. “Durante o ano passado trabalhamos mais com micro e pequenas empresas, onde foram contratados R$ 227 milhões beneficiando aproximadamente 2700 empresas no Estado de Santa Catarina. O programa para micro e pequenas empresas funcionou até 31 de dezembro e agora estamos fazendo repasse dos recursos para beneficiar os microempreendedores individuais, os MEIs. Até o momento já foram repassados através das cooperativas de crédito R$ 42 milhões e vamos beneficiar aproximadamente 4.500 MEIs em Santa Catarina”, informou Antoniollo.

Já o presidente da Cresol Coronel Freitas, Benhur Ferrari, comemorou o fato de que em pouco mais de 70 dias que a Cresol está em Cordilheira Alta já ter contemplado vários associados com importantes recursos. “É o caso desses 10 contratos assinados hoje que são recursos que irão transformar realidades, chegando em boa hora. Com certeza irão ajudar os associados, bem como no próprio desenvolvimento do município e região”, frisou.

Para o coordenador de crédito da Cresol Central Brasil, Etileiver Paludo, essas assinaturas vêm ao encontro dos objetivos da Cresol que é proporcionar o desenvolvimento local, seja do pequeno agricultor, ou das empresas, MEIs, bem como fortalecer parcerias como a que vem de longo tempo com o BRDE. “A Cresol não mede esforços para buscar e disponibilizar os recursos aos associados e desejamos sucesso nos empreendimentos”, finalizou Paludo.

Parceria Cresol e BRDE

Paulo Antoniollo explicou que o BRDE possui agência apenas nas capitais – Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre. A equipe de Florianópolis, por exemplo, tem aproximadamente 100 colaboradores. “Assim, de forma alguma com somente essa agência teríamos capilaridade necessária para fazer com que o recurso chegasse a milhares de microempreendedores individuais. Nisso reside a importância de nossos parceiros operacionais, no caso as cooperativas de crédito como a Cresol, que tem milhares de associados, micro e pequenas empresas, empreendedores individuais e conseguimos fazer os repasses através da Cresol para que os recursos também cheguem aos pequenos empreendedores e não apenas nas grandes empresas”, ressaltou Antoniollo.