Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 18/01/2017

Cresol Itatiba do Sul: 14 anos de História

Neste dia 18 de janeiro a Cresol Itatiba do Sul completa 14 anos de constituição. A cooperativa foi criada em 2003 com o objetivo de possibilitar o acesso ao crédito, principalmente o Pronaf, para grande parte da população do município.

Compartilhe

Compartilhe

Neste dia 18 de janeiro a Cresol Itatiba do Sul completa 14 anos de constituição. A cooperativa foi criada em 2003 com o objetivo de possibilitar o acesso ao crédito, principalmente o Pronaf, para grande parte da população do município. A cooperativa foi fundada por 31 agricultores que na época capitalizaram R$ 100,00 cada, para que a Cresol Itatiba do Sul pudesse iniciar suas atividades. “Parecia difícil acreditar que em uma sala muito simples, cedida pelo sindicato, e com apenas R$ 3.100,00 de patrimônio a cooperativa pudesse se viabilizar. Mas com o passar do tempo fomos adquirindo a confiança da comunidade, o que fez com que nos firmássemos como instituição financeira em nosso município”, comentam os colaboradores.
Hoje a Cresol Itatiba do Sul conta com 1.520 associados, um conselho administrativo e fiscal atuante, um grupo de agentes comunitários, possui sua sede própria e tem o reconhecimento dos seus associados e de toda a comunidade itatibense, não somente por ter facilitado o crédito, mas também pela sua iniciativa em desenvolver ações no campo social e na implementação de políticas públicas.
Segundo o diretor-presidente da cooperativa, Paulo Cezar Mioto, a Cresol Itatiba do Sul é motivo de orgulho e um exemplo de como um trabalho sério, com coragem e ousadia, fez com que os agricultores do município tivessem sua própria instituição financeira, que além das facilidades que proporciona, trouxe o sentimento de pertencimento. “Afinal sabemos que toda a receita que ela produz vai retornar no final do exercício para os seus donos que são os associados”, destaca Mioto.
“Queremos, cada vez mais, valorizar aquilo que se tornou nosso diferencial: o atendimento humanizado, a boa relação, as parcerias, seja com nosso associado, com o poder público ou com entidades do município, que buscam melhorar a qualidade de vida das pessoas que aqui vivem”, enfatiza Mioto. “Que o cooperativismo possa fazer enfrentamento ao sistema capitalista que exclui e acumula capital e promover cada vez mais a cooperação, a solidariedade e a participação”, argumenta o diretor-presidente.
Segundo ele, há ainda grandes desafios pela frente. Mioto acredita que um dos maiores é continuar sendo uma instituição financeira sólida, gerando sobras para os associados no final de cada exercício e ao mesmo tempo desempenhando ações que ajudem a melhorar a vida da comunidade onde a cooperativa está inserida. Outro desafio para os próximos anos é expandir e levar a Cresol Itatiba para outros municípios. “Hoje atuamos somente em Itatiba do Sul e sabemos que nossa condição de solidez financeira nos permite expandir e levar a nossa cooperativa para outros municípios que não tem a Cresol. Estamos estudando e planejando a possibilidade de ter unidade de nossa cooperativa em outros municípios ajudando na expansão do Sistema Cresol”, conclui o diretor-presidente da cooperativa.
 

Assessoria de Imprensa da Cresol Central SC/RS