Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 26/11/2018

Cresol Realiza

Associada da Cresol na Bahia realiza sonho antigo através do Pronaf B
Cresol Realiza

Compartilhe

Compartilhe

 “Antes era meu sonho, só que eu não tinha como chegar lá. Era uma pessoa com problemas financeiros e para chegar onde quis só com empréstimo”. Essa declaração de Mariana Silva de Jesus Souza, de Macaúbas/BA, exemplifica o que a Cresol significa para seus associados e como contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Mariana conta que queria investir em uma granja rústica, já que desde os 18 anos seu sonho era criar galinhas. Mas não tinha condições e nem propriedade para isso. “Hoje com o recurso do Pronaf B e com a minha mão- de- obra cheguei onde eu queria. Eu agradeço a Cresol por ter meu sonho realizado. Graças a Deus, a Cresol e ao Pronaf B comprei todos os materiais para a granja e hoje eu estou feliz”, reforça a associada.

Mariana tem 41 anos e é casada há 20 anos. O marido também trabalha na roça, produzindo feijão e farinha de mandioca. “O trabalho nosso aqui é esse. Vivemos do próprio recurso da roça, às vezes a gente vende a farinha e compra o arroz, o macarrão, compra as outras coisas. Plantamos o feijão, então a gente vive disso aí, da roça, dos mantimentos, das plantas e dos animais que a gente cria”, explica Mariana.

Com a criação de galinhas a renda da propriedade melhorou, pois a procura pelo produto é boa. Segundo ela, isso se deve ao fato de que a galinha produzida em sua propriedade tem diferenciais, como por exemplo, não serem criadas com a ração que normalmente se usa. De acordo com ela, a ração é misturada com milho para retardar o crescimento do animal, proporcionando assim uma carne mais saborosa. “Uma galinha de granja se desenvolveria em 90 dias com a ração. As nossas demoram em torno de 120 dias”, explica. “A galinha tem outro valor, tem outro preço, também tem outro sabor”, salienta.

O Pronaf “B” é uma linha de microcrédito rural voltada para produção e geração de renda das famílias agricultoras de baixa renda do meio rural, transformando-as em fator de desenvolvimento econômico e social. A Mariana é um exemplo bem sucedido disso, afinal já está até de planos novos. Brevemente quer iniciar também a criação de bode e para isso já está pensando em contar com o apoio da Cresol.