Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 03/10/2019

Cresol realiza seminário para debater comunicação e relacionamento

Compartilhe

Compartilhe

Encontro reúne
colaboradores das quatro Centrais para discutir avanços em busca de melhores
resultados

A Cresol recebeu
colaboradores das quatro Centrais para debater o tema “Transformando
relacionamento em resultados”. O encontro foi realizado em Chapecó, nestas
quarta (02) e quinta-feira (03), e envolveu os Grupos de Formação e de
Comunicação e Marketing, com realização do Cresol Instituto.

Voltado ao tema de relação
como sucesso do negócio, os participantes foram inseridos em dinâmicas e
conteúdos ligados à inovação. Nos painéis de debate, as transformações do mundo
digital motivaram as discussões entre os convidados para o seminário.

+ CLIQUE AQUI e veja outras fotos do evento

A necessidade de estreitar ligações
para melhorar ainda mais a experiência dos associados Cresol também foi
trabalhada nos dois dias de discussão. Houve ainda um momento de comemoração
com os excelentes números da participação na Semana Enef: mais de 50 milhões de
pessoas envolvidas nas ações da Cresol.

“O Seminário tem um papel
importante pelo objetivo, pela tema que foi composto. É um encontro
transversal, nasce de dois grupos de trabalho e com o envolvimento das pessoas
das áreas de negociação. Valorizar também o anúncio da Cresol como instituição
financeira que mais fez ações na Semana Enef. Tudo isso faz parte do nosso
modelo de negócio ao longo desses 24 anos, analisando sempre as mudanças e
buscando adaptação às transformações sem perder o relacionamento de
vista”, destacou Cledir Magri, presidente da Cresol Confederação.

O encerramento do evento
contou com a palestra do jornalista Luciano Potter. O comunicador do Grupo RBS
abordou a temática de adaptação às mudanças e trouxe a reflexão de como a
Cresol pode evoluir para seguir a trilha de evolução.

“Eu lembro que na
escola os professores pediam para prestarmos a atenção. É uma coisa ligada a
pagar por atenção e isso é como enxergamos as mudanças no mundo. Temos exemplos
de empresas e de seres humanos que prestaram a atenção, enquanto outros não se
atentaram a isso. Por que a Netflix quebrou tanta gente? Mostramos esses
processos para entender que a mudança está no ser humano. Quem presta a
atenção, antevê problemas. É lógico, mas paramos de fazer isso por achar que
somente a tecnologia é suficiente. Quem não presta a atenção pode passar por
uma grande transformação, ficar para trás e com isso perder o emprego, tempo e
relações”, alertou Potter.