Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 02/07/2021

Cresol Sicoper disponibiliza volume histórico de recursos financeiros no primeiro dia do Plano Safra 2021/2022

Mais de R$ 129 milhões já foram contratados em operações de Custeio e de Investimento

Compartilhe

Compartilhe

O novo ano agrícola iniciou no dia 1º de julho de 2021 e já se vislumbra como o melhor de todos os tempos para a Cresol Sicoper. Somente neste primeiro dia do Plano Safra 2021/2022 já foram contratados mais de R$ 129,1 milhões em 2.569 operações, sendo R$ 116.762.592,00 em Custeio e R$ 12.338.011,11 em Investimento.

A primeira liberação de recurso de custeio é de um associado Cresol do município de Barra Funda (RS), através da Cresol Sarandi, integrante ao Sistema Cresol Sicoper. O agricultor Sergio Durante, sócio fundador e cooperado há 19 anos, destaca que financiou o valor de R$ 67.200,00 para lavoura de milho. “É uma honra pra mim e pra Cresol ser o primeiro associado a receber os recursos neste Plano Safra. Isso mostra que os colaboradores e diretores buscam os recursos cedo para nós, agricultores, termos o dinheiro na hora certa para comprar os insumos”. O cooperado também pondera a satisfação em ser cooperado Cresol. “A Cresol sempre nos apoiou. Era muito difícil conseguir os custeios, mas com a cooperativa conseguimos mais fácil, porque os colabores são nossos amigos”, salienta Durante.

Para o Gerente de Negócios da Central Cresol Sicoper, Rodrigo Zanetti, a Cresol Sicoper iniciou muito bem o novo Plano Safra, superando as expectativas iniciais. “Começamos com chave de ouro, ofertando com muita agilidade os recursos para os nossos cooperados. Isso é fruto do trabalho de um time qualificado e que está apto para realizar o maior e melhor Plano Safra de todos os tempos. Prova disso, é que no primeiro dia já superamos e muito a marca do ano passado, o que demonstra o crescimento do Sistema Cresol”, finaliza Zanetti.

Sobre o Plano Safra 2021/2022
O Governo Federal anunciou R$ 251,2 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional, sendo R$ 177,8 bilhões destinados ao custeio e comercialização e R$ 73,4 bilhões para investimento durante o próximo período agrícola, que inicia em 1º de julho. Neste ano, as taxas de juros sofreram um reajuste. Pequenos produtores terão, por exemplo, R$ 21,74 bilhões para financiamento pelo Pronaf (Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar), com juros de 3% e 4,5% ao ano. Para os médios produtores rurais serão destinados R$ 29,18 bilhões, por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), com taxas de juros de 5,5% ao ano (custeio e comercialização). Para os grandes produtores, a taxa de juros será de 7,5% ao ano.

A expectativa do Sistema Cresol Sicoper é contratar um volume de cerca de R$ 1,4 bilhão em operações de custeio e de investimento. Esse montante representa um crescimento superior a 60% do volume contratado na Safra 2020/2021, que fechou em cerca de R$ 893 milhões em 25.358 operações de crédito.