Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 05/03/2020

Cresol tem agenda técnica com o Banco do Brasil

Reunião é realizada durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS)

Compartilhe

Compartilhe

A Cresol recebeu representantes do Banco do Brasil na tarde de quarta-feira (4) para uma agenda técnica. O encontro foi realizado no estande montado na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS). Participaram do encontro o Presidente da Cresol Confederação, Cledir Magri, o Diretor Administrativo da Cresol Confederação, Jonas Klein, o Diretor de Negócios da Cresol Central SC/RS, Bráulio Zatti, o Diretor Financeiro da Central Cresol Sicoper, Volmir Oldoni, e o Analista de Crédito Rural da Cresol Sicoper, Alexandre Bedin. Pelo Banco do Brasil estiveram presentes o Gerente Executivo de Agronegócios, Luciano Conte, e sua equipe.

A agenda, envolvendo a Cresol Confederação e as Centrais filiadas, foi voltada para a retomada da parceria com o Banco do Brasil. Um dos temas discutidos foi o reajuste recente na cobrança das tarifas. Após uma contraproposta para a redução, o Sistema Cresol aguarda um posicionamento do Banco sobre o tema.

Assuntos operacionais para melhorar o fluxo de contratação do crédito rural também foram tratados no encontro. O Banco do Brasil buscou entender as principais dificuldades para a Cresol operacionalizar as linhas de custeio e investimento e os tópicos foram colocados em debate, com a apresentação de soluções desenvolvidas e outras ainda em fase de desenvolvimento.

O Presidente da Cresol Confederação, Cledir Magri destacou a eficiência da agenda, voltada para solucionar dificuldades conhecer soluções desenvolvidas pelo Banco do Brasil. “Poder receber o Banco do Brasil no estande da Cresol na Expodireto foi importante, em um encontro altamente positivo. Há uma predisposição deles para, na medida do possível, incorporar as demandas de melhoria por parte da Cresol. As ações visam tornar os fluxos das operações mais simples, ágeis, com avanços propostos que vão ao encontro das soluções que procuramos para os nossos cooperados”, avaliou.