Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 05/04/2016

Dirigente da Casa de Farinha Comunitária de Jequiriça em Valença – Bahia, destaca a parceria com a ASCOOB

Compartilhe

Compartilhe

 

“Aqui o que se plantar dá”! A frase que lembra Pero Vaz de Caminha, foi usada por alguns representantes e filiados da Associação Comunitária de Cascalheira do Jequiriça para descrever a força produtiva de suas terras.

 

Filiada desde 2011 a cooperativa de Costa do dendê, a Associação de Cascalheira fundada em 2001, hoje presidida pelo Sr. Floriano de Jesus do Nascimento e o vice Sr. Jairo da Conceição Damascena, conta com aproximadamente 120 (cento e vinte) produtores associados que cultivam a mandioca e outras culturas. Dentre elas, a farinha de mandioca é o carro chefe da produção organizada pela entidade “Aqui nos produzimos até 250 sacas de farinha ao mês” lembra o presidente.

 

Os representantes pontuam que a casa de farinha tinha apenas um forno que não era suficiente para aumentar a produção. “Muitas vezes trabalhávamos semanas de dia à noite fazendo  farinha, pois não tínhamos outro forno, foi ai que procuramos a ASCOOB para pegar o capital de giro e assentar o segundo forno”.

Floriano lembra que o valor do empréstimo foi quitado com a venda da produção e com recursos dos associados. O segundo empréstimo da associação na ASCOOB destinou-se a estruturação dos recipientes em que é distribuída a matéria prima da farinha. “Se não fosse a ASCOOB aqui, as coisas seriam bem mais difícil, a gente tinha oferta de outras linhas de crédito, mas quem levantou a nossa guia foi à cooperativa”, salienta Floriano.

 

A Associação dispõe de dois hectares de terras próprios onde partes dos associados plantam, colhem e produzem a farinha. Os diretores afirmam que a comercialização do produto é realizada no comércio de Valença em regiões circunvizinhas ao município.

Na perspectiva do aumento da produção, os membros da entidade destacam que o próximo valor a ser adquirido na ASCOOB será para aquisição de um veiculo que para escoar a produção da farinha e outras culturas produzidas pelos associados.