Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 18/05/2016

FGCoop

Cresol participa do Fórum FGCoop de Monitoramento de Cooperativas de Crédito
FGCoop

Compartilhe

Compartilhe

A Cresol esteve presente no 1º Fórum FGCoop de Monitoramento de Cooperativas de Crédito, que aconteceu na terça-feira, 17, em Brasília. O evento tratou da implantação do monitoramento das cooperativas associadas, responsável pelo acompanhamento do setor, com os objetivos de antecipar a detecção de problemas e ajudar a promover soluções sistêmicas.

Durante a abertura do Fórum, o presidente do Conselho de Administração do FGCoop, Manfred Alfonso Dasenbrock, fez questão de destacar que o fortalecimento da visão prudencial do FGCoop foi um dos passos decisivos para o reconhecimento do protagonismo setorial.

“Ampliamos a equipe e contratamos um novo diretor para cuidar especificamente do monitoramento das cooperativas associadas. Desde então, produzimos estudos e análises que identificam, periodicamente, o grau de risco de todas as cooperativas captadoras de depósitos associadas. Essas informações não somente aumentam a transparência do setor como ajudam a antecipar uma eventual ocorrência de problemas e facilitam a gestão de riscos do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC)”, argumentou Dasenbrock.

A Cresol esteve representada através do Assessor Executivo e responsável pela área de Supervisão e Controle da Central Cresol Baser, Jackson Joaquim, que apresentou o Sistema e destacou durante sua palestra as boas práticas da Cresol, que se destaca como maior sistema de Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária do Brasil, contando hoje com mais de 200 mil famílias cooperadas em nove estados brasileiros.

O evento teve a participação de representantes dos bancos cooperativos, das confederações, das centrais, da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), e, também do Banco Central do Brasil. O fórum contou ainda com a contribuição internacional do gerente técnico de Administração de Reservas do Fundo de Garantias de Entidades Cooperativas da Colômbia (Fogacoop), Cesar Augusto Avendaños Morales, e do diretor da Confederação Alemã de Cooperativas no Brasil, Matthias Knoch.