Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 18/11/2014

Inclusão Financeira

Central Cresol Baser participa do VI Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira
Inclusão Financeira

Compartilhe

Compartilhe

O Banco Central do Brasil realiza, entre 17 e 19 de novembro, em Florianópolis, Santa Catarina, o VI Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira, onde o Presidente da Central Cresol Baser, Alzimiro Thomé, juntamente com o Diretor Financeiro, Edson Vieira e a Analista de Gestão, Ana Karina Lesseux Toledo, participam do evento.

“O Fórum sobre Inclusão Financeira é um evento anual promovido pelo Banco Central do Brasil, e que tem se consolidado como importante canal de debate e de avaliação do desenvolvimento da inclusão financeira no País, e mais uma vez a Cresol está presente, participando dos debates e discussões tão importantes para a construção do nosso trabalho junto aos cooperados”, lembra Thomé.

No evento, estão sendo debatidos os avanços na promoção da inclusão financeira no Brasil e no mundo, com destaque para as inovações em relação a instrumentos de poupança e ao provimento de crédito para micro e pequenos negócios.

Cooperativismo de Crédito

Durante o VI Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira o Diretor Anthero Meirelles, substituindo o Presidente do Banco Central do Brasil, em seu discurso divulgou assuntos de interesse do cooperativismo financeiro, com destaque para a criação do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), além outros importantes passos regulamentares rumo à sua consolidação, onde apresentou alterações normativas voltadas ao segmento, como: Redução do Fator de Ponderação de Risco aplicável às operações de crédito das cooperativas singulares no Regime Prudencial Simplificado (RPS), de 85% para 75%, e Captação de Letras Financeiras como dívida subordinada por cooperativas.

Além das alterações normativas, Meirelles apresentou três consultas públicas, que abrangem: Aprimoramentos no modelo de auditoria cooperativa; Proposta de Segmentação das cooperativas de crédito e alteração na regulação do balanço combinado; e Constituição de Cooperativas de Garantia de Crédito, os quais são objeto de discussão nos painéis do fórum, bem como nas oficinas técnicas.