Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 08/03/2022

Juro Zero do Avançar no Desenvolvimento Econômico entrou em operação no Rio Grande do Sul

Programa_Juro_Zero_no_RS

Compartilhe

Compartilhe

Cresol está operando recursos que auxiliam MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte.

Nesta terça-feira (1º de fevereiro), começou a operação do Programa Juro Zero RS. Realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) em parceria com bancos de fomento e instituições parceiras, o Avançar no Desenvolvimento Econômico permite empréstimos para microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte com juros subsidiados pelo Estado.

Para viabilizar o programa, o Governo do Estado aportou R$ 100 milhões para pagar os juros das operações no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Badesul Desenvolvimento S.A. – Agência de Fomento e cooperativas conveniadas – entre elas a Cresol –, que deverão injetar até R$ 600 milhões na economia gaúcha por meio de 23 mil operações.

Os limites de crédito serão de até R$ 10 mil para MEI; R$ 30 mil para microempresa, e R$ 100 mil para empresas de pequeno porte. Todos terão carência de três meses e o prazo para amortização do microempreendedor individual é de 12 meses, enquanto os outros dois terão 33 meses para quitar o financiamento.

“Conseguimos uma grande negociação com as instituições financeiras e esses R$ 100 milhões para os juros com certeza ultrapassarão os R$ 600 milhões em empréstimos. Essa é mais uma ferramenta que governo do Estado planejou pensando no pequeno empreendedor, que utilizará esse dinheiro para fazer a economia do Rio Grande do Sul crescer”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Edson Brum.

A expectativa da Cresol é contratar cerca de R$ 50 milhões através do Programa Juro Zero, que visa auxiliar cooperados a se reerguerem neste momento, bem como fomentar novos negócios. “Nosso apoio através deste Programa vai de encontro com o nosso propósito, que é ajudar os cooperados em todos os momentos. E a Cresol possui expertise para operar o mesmo, já que atuamos com um programa similar em 2021 em Santa Catarina, quando cerca de 900 contratos foram firmados, liberando mais de R$ 30 milhões para cooperados empresários”, destaca o Diretor Comercial da Central Cresol Sicoper, Vanderlei Jahn.

Além da possibilidade de acesso ao crédito, os empreendedores que aderirem ao programa Juro Zero também terão a oportunidade de receber consultoria e treinamentos do Sebrae. A instituição oferecerá acompanhamento aos empreendimentos com conteúdo e informações estratégicas para a tomada de crédito consciente, com o objetivo de reduzir riscos de inadimplência e ampliar a sustentabilidade financeira dos negócios, além de aportar R$ 10 milhões para viabilizar garantias através da Associação Garantidora de Crédito, RS Garanti.

Fonte: Ascom Sedec