Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 22/07/2014

Plano Safra 2014/2015

Cooperativas Cresol iniciam as contratações para a Nova Safra
Plano Safra 2014/2015

Compartilhe

Compartilhe

Iniciamos a safra 2014/2015, com mais de R$ 24bilhões disponibilizados pelo Governo Federal para a agricultura familiar. Na safra 2013/2014 o Sistema Cresol Baser, por meio de suas Cooperativas filiadas apresentaram números expressivos nos repasses, onde foram liberados mais de meio bilhão de reais.

Os valores repassados e aplicados em custeio e investimento representam o desenvolvimento dos cooperados, onde os recursos disponibilizados aos agricultores atendidos pela Cresol, geram desenvolvimento no campo e na cidade, onde agricultor e cooperativa estão inseridos. Para a safra 2014/2015 a Cresol prevê um repasse de aproximadamente de R$ 700 milhões aos cooperados.

As Cooperativas Cresol são um canal, ferramenta de aproximação do Pronaf com os agricultores familiares, facilitando o acesso ao crédito, transformando as propriedade em fonte de renda, com qualidade de vida e desenvolvimento social.

“Desburocratização, agilidade, são conquistas na aprovação e na liberação do crédito, além de uma equipe preparada e um sistema que gerencia as operações são destaque para essa nova safra nas Cooperativas Cresol. Basta o cooperado encaminhar a sua proposta, a Cresol está pronta para atender cada vez mais e melhor”, destaca o vice presidente e responsável pela carteira de crédito da Central Cresol Baser, Luiz Ademar Panzer.

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 tem como tema: “Alimentos Para o Brasil”, com o maior volume de crédito da história e novas medidas para o fortalecimento do Brasil Rural, o desafio do crédito rural para a Agricultura Familiar é a produção de alimentos para a nação. Em um cenário onde o agricultor familiar é o responsável por mais de 70% da produção dos alimentos que estão na mesa dos brasileiros, o crédito é um fator fundamental para investir, crescer e desenvolver essa agricultura.

“O papel do crédito rural é o de gerar oportunidades, aproximando o beneficiário das políticas que estimulam investimentos em avanços tecnológicos, modernização e melhorias nas estruturas das propriedades, auxiliando e estimulando a permanência e sucessão da agricultura familiar”, conclui Panzer.