Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 18/02/2014

Política Pública

Crédito aos agricultores familiares continua em alta na safra 2013/2014
Política Pública

Compartilhe

Compartilhe

Nos sete primeiros meses do ano agrícola da safra 2013/2014 foram realizados 1,2 milhão de contratos pelo Pronaf e o total de recursos emprestados para agricultores familiares foi de R$ 13,7 bilhões. Esses números significam que entre julho de 2013 e janeiro de 2014 o valor ficou 12% acima do contratado no mesmo período da safra passada (2012/2013). O total de operações de crédito é recorde para o período.

“Os R$ 13,7 bilhões aplicados nos primeiros sete meses equivalem a dois terços dos R$ 21 bilhões previstos para a safra 2013/2014, o que projeta que vamos ficar muito próximo do planejado. É um bom volume de recursos e está crescendo o número de contratos, ampliada a abrangência do programa”, observa o secretário da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), Valter Bianchini. “É um crédito que vai se mostrando bem distribuído entre a agricultura e a pecuária, com aproximadamente R$ 8 bilhões na agricultura e R$ 5,8 bilhões na pecuária”, ele acrescenta.

Em uma análise do período, Bianchini afirma: “São bons indicadores, mostram que a safra atual repete a tendência da safra anterior – de boa produção da agricultura familiar e de bons preços, numa média geral. Essa expectativa de boa renda, com uma boa perspectiva de produção, mostra que, também, os agricultores estão apostando em mais crédito para custeio e investimento na propriedade”, explica.

Para ele, o aumento dos volumes de operações e do valor financiado pode ser creditado à grande adimplência dos agricultores familiares, à melhoria das ações dos agentes financeiros que operam com o crédito rural do Pronaf, ao comportamento favorável dos preços dos produtos alimentares produzidos pelos agricultores familiares, a maior divulgação das linhas de crédito e aos mecanismos de Seguro da Agricultura Familiar (SEAF) e ao Programa de Garantia de Preços da Agricultura Familiar (PGPAF).

Custeio e investimento

Do total de contratos, 802 mil (73%) foram para operações de investimento, enquanto 472 mil (37%,) foram para custeio.

Produção agrícola e pecuária

Do total de R$ 13,7 bilhões contratados, R$ 7,9 bilhões foram destinados à produção agrícola. O valor financiado para a pecuária foi de R$ 5,8 bilhões.

Os valores de crédito contratado foram fornecidos pela Diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações do Crédito Rural (Diorf), Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro (Derop), do Banco Central, que gerencia o Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (Sicor).