Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 29/10/2013

Programa de Gênero

No Paraná cursos de Panificação capacitam mulheres agricultoras da região
Programa de Gênero

Compartilhe

Compartilhe

O Programa Gênero e Geração do Cooperativismo Solidário está promovendo no mês de Outubro, Curso de Panificação voltado para mulheres agricultoras dos municípios de Francisco Beltrão, Coronel Vivida, Marmeleiro e Itapejara do Oeste.

Os cursos estão sendo ministrados por instrutoras do Senar, em parceria com a Unicafes PR, Cresol, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, prefeituras municipais e Federação da Agricultura do Estado do Paraná – FAEP.

O objetivo principal é melhorar a qualidade de vida e valorizar o potencial da mulher agricultora, incentivando-a ao empreendedorismo e ao empoderamento no cooperativismo solidário.

Nos dias 16 e 17 de outubro, na comunidade de Jacutinga, interior de Francisco Beltrão, o curso contou com a participação de 14 mulheres de diversas localidades do município.

Na semana passada, os cursos aconteceram em Marmeleiro (23 e 24) e Itapejara do Oeste (24 e 25), e na próxima segunda-feira (28), o encontro será em Coronel Vivida, no Bairro Fleck. O curso contempla aulas de boas práticas de fabricação e ensina inúmeras receitas de pães, cucas, bolos, salgados e doces.

Segundo uma das instrutoras do Senar, Claudete Labonde, “para oferecer saúde é preciso saber produzir alimentos com qualidade. Esta é nossa preocupação, qualificar o produtor rural visando a melhoria na qualidade de vida”.

Para a agricultora familiar, Eroni Pastro, da comunidade Sete de Setembro, em Itapejara do Oeste, o curso é muito importante para a autoestima da mulher. “Além de praticarmos as receitas em casa, os cursos oportunizam trocas de receitas entre as mulheres e nos sentimos útil, podendo contribuir com o que a gente sabe”, disse Eroni.

Eroni é associada da Cresol Itapejara do Oeste há quatro anos e participa dos grupos de mulheres do Programa Gênero e Geração desde o início das atividades no município. “Já estamos nos mobilizando para criar uma associação de mulheres. Queremos abrir nosso próprio negócio. Ainda estamos estudando o que produzir, mas com o apoio das entidades, acreditamos que dará certo nosso empreendimento”, enfatizou a agricultora.

No próximo mês, em Novembro, estão previstos cursos em produção de compostas e frutas desidratadas, também nos municípios de Francisco Beltrão, Itapejara do Oeste, Coronel Vivida e Marmeleiro, todos em parceria com o Senar.