Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 07/12/2016

Segundo dia de Seminário contempla experiências cooperativistas nacionais e internacionais

Cases de sucesso nas áreas de produção e crédito foram socializados

Compartilhe

Compartilhe

Nesta quarta-feira (07 de dezembro), segundo dia do Seminário “O sucesso do Cooperativismo de Crédito Solidário em tempos modernos”, os participantes acompanharam apresentações de experiências cooperativistas nacionais e internacionais. Isto porque, para avançarmos rumo ao sucesso, também é fundamental trocar informações e conhecer experiências enriquecedoras de outros modelos do cooperativismo.

Os debates iniciaram com o painel “As funções complementares em cooperativas de crédito: a experiência da Cecosol/Desjardins”, ministrado por Jean Bergevin e pela comitiva da Central Cresol Sicoper que participou do Curso Internacional, realizado em Quebéc – Canadá, no período de 14 a 21 de outubro de 2016. Neste momento, Bergevin apresentou a estrutura administrativa e as funções complementares do sistema canadense. “Temos muito pontos positivos e fortes, mas há ainda pontos para serem melhorados. Queremos passar tudo o que já aprendemos ao longo de nossa trajetória para auxiliar na consolidação do cooperativismo de crédito e, especialmente, da Central Cresol Sicoper. Não temos uma fórmula, mas acreditamos que o compartilhamento de informações e experiências contribui para o fortalecimento de ambos”, explica.

Para o integrante da comitiva e Diretor da Cresol Erechim, Carlos Cupercini, o maior aprendizado do curso foi atender o presente e projetar o futuro. “Principalmente nós, que estamos a frente das cooperativas, precisamos estar próximos de nossos cooperados hoje, mas planejar as ações de amanhã. Só assim vamos conseguir aprimorar os trabalhos e avançar, principalmente nas questões técnicas e operacionais”, afirma. De acordo com a participante e Diretora da Cresol Humaitá, Iose Frizzo, a organização e o profissionalismo são grandes destaques das experiências visitadas no Canadá. “Temos grandes desafios pela frente, mas juntos vamos superá-los, pensando sempre no fortalecimento do cooperativismo de crédito solidário e do associado”, declara.

O evento seguiu com a apresentação do estudo elaborado por um grupo de trabalho formado por dirigentes e funcionários de diversas cooperativas, a respeito da Resolução 4.434, a qual foi divulgada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), em 05 de agosto de 2015. A publicação trata, entre as principais modificações, a nova classificação e seu respectivo enquadramento, a composição do quadro social, a governança cooperativa e os limites mínimos de capital e patrimônio líquido. Na oportunidade foram socializadas propostas levantadas pelo grupo para implementação das normativas previstas pela Resolução.

Além das experiências internacionais, o Seminário enalteceu ações e trajetórias de cooperativas de outros segmentos, como a empresa de Laticínios Santa Clara e a Vinícola Garibaldi, representadas pelo Diretor Industrial de Lácteos João Seibel e pelo Diretor Administrativo Alexandre Angonezi, respectivamente. A partir disso, relataram sua  história construída com os associados para alcançar o êxito, a representatividade e o reconhecimento no segmento que atuam. Valorizar os trabalhos das Cooperativas Singulares vinculadas ao Sistema também é uma importante ferramenta para complementar as ações. Neste sentido, Cooperativas Singulares da Cresol Sicoper apresentaram projetos e boas práticas cooperativistas que desenvolvem junto aos associados e à comunidade onde atuam. A Cresol Curitibanos explanou sobre produção orgânica, a Cresol Erechim sobre educação financeira, a Cresol Humaitá sobre doação de mudas de árvores nativas e a Cresol Witmarsum sobre diversos projetos realizados com a comunidade na área da saúde, esporte, educação e inclusão social.

O último painel do dia abordou as ações desenvolvidas pela Central Cresol Sicoper ao longo do ano e, após ricos e importantes debates, o grupo visitou a Vinícola Garibaldi.