Acesse sua conta
Acessar conta
Publicado em: 26/04/2022

Cresol Curitibanos realiza Assembleia Geral

Cooperados aprovaram a troca do nome da cooperativa para Cresol Centro Serra
Atividade reuniu mais de 350 cooperados Cresol
Atividade reuniu mais de 350 cooperados Cresol

Compartilhe

Compartilhe

Na última sexta-feira, 22 de abril, a Cresol Curitibanos realizou a Assembleia Geral Extraordinária e Assembleia Geral Ordinária, no Parque Pouso do Tropeiro, em Curitibanos (SC), voltando assim, às agendas presenciais. O evento contou com a presença de mais de 350 cooperados e teve como pauta principal a prestação de contas do ano de 2021, apresentando a evolução dos indicadores, as demonstrações contábeis e orçamentos para 2022.

Na ocasião, também foram apresentadas e aprovadas algumas propostas do Conselho de Administração da cooperativa, dentre elas: Alteração do nome da cooperativa de Cresol Curitibanos para Cresol Centro Serra, visando regionalizar o nome com a proposta de pertencimento a toda a área de abrangência da cooperativa; Inclusão no estatuto sobre a ampliação da área de atuação para os estados de Goiás e Mato Grosso; Representatividade por delegado; e Distribuição e destinação das sobras da cooperativa.

Para o Diretor Executivo da Cresol Curitibanos, Joel Marcos Vanassi, a cooperativa tem um importante papel para o desenvolvimento da comunidade e impulsiona a vida financeira dos associados. “A Cresol Curitibanos tem evoluído muito nos últimos anos, expandimos para outros municípios levando o cooperativismo e contribuindo com desenvolvimento local. Estamos com uma visão de futuro e um planejamento para os próximos anos bem alinhados com o propósito do cooperativismo para que possamos continuar crescendo de forma consistente e cumprindo com o papel de uma cooperativa”, complementa Vanassi.

A Presidente do Conselho de Administração da Cresol Curitibanos, Margareth Bastos, reforça a importância da participação dos cooperados nas pré-assembleias e assembleia. “A participação é um processo que está na essência do cooperativismo, em que o associado pode acompanhar pela prestação de contas os resultados, às ações sociais e de desenvolvimento da comunidade, pois a Cresol vai além do que só o financeiro, ela tem esse lado humano”. Margareth reitera, ainda, que quanto mais o cooperado apoia e confia, realizando suas movimentações e investindo em Cota Capital, mais forte fica a cooperativa.